Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.
Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 11 de junho de 2011

“Terceira grande pane” da TIM revolta clientes da Paraíba, e deixa muita gente sem internet


tim-protabilidade-rn-20110115111152 
A Intelig, que pertence à TIM, voltou a enfrentar problemas ontem, afetando clientes em várias partes do País. Trata-se da terceira grande pane da empresa em pouco mais de um mês. As outras duas foram em 6 e 17 de maio. A primeira pane chegou a tirar do ar a central de atendimento da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).
Nas três ocasiões, a explicação da empresa foi a mesma: rompimento da rede em dois pontos. Segundo a empresa, ontem, foram afetadas as cidades de Belo Horizonte, Salvador e Recife. O problema, no entanto, foi bem maior. Clientes reclamaram de ter ficado sem telefonia e internet em várias outras cidades, como Brasília.
“TIM/Intelig fora aqui na PB (Paraíba)”, escreveu no Twitter Filipe Mendes, presidente da HostDime Brasil, empresa de hospedagem com escritório em João Pessoa. “TIM/Intelig fora em todo o NE (Nordeste)… que beleza…”, tuitou Acácio Santos, de Natal.
Em comunicado, a Intelig deu a seguinte explicação: “Devido a um duplo rompimento de fibra óptica no backbone (espinha dorsal) da rede da Intelig, clientes enfrentaram dificuldades para utilizar os serviços de voz e dados da operadora, entre 13h46min e 16h56min desta sexta-feira. Os rompimentos ocorreram em rotas independentes e redundantes. As equipes técnicas da Intelig trabalharam para o rápido restabelecimento dos serviços, que já estão normalizados.”
Rompimento. Rafael Silva, do Technoblog, publicou um texto com o título “Quedas constantes na rede da Intelig frustram administradores de rede”. Segundo Silva, os problemas têm crescido desde que a operadora de longa distância foi comprada pela TIM, em 2009, a ponto de profissionais de redes terem criado o apelido de “Intelixo”. Silva destacou que o motivo alegado pela companhia é sempre “rompimento de fibra óptica”.
“Alguns deles chegam a especular que a repetição do motivo “rompimento de fibra” não passa de uma desculpa para a Intelig tentar escapar das garras da Anatel”, escreveu Silva, que é estudante de tecnologia de redes de computadores. “Já que de acordo com a lei, rompimentos de fibra óptica são considerados acidentes, a empresa não teria que ressarcir seus clientes por qualquer dano que eles sofressem nesses casos.”
Histórico. A TIM anunciou a compra da Intelig em abril de 2009, da Docas Investimentos, que pertence ao empresário Nelson Tanure. A Docas havia comprado a operadora de telecomunicações no começo de 2008.
Antes de ser adquirida por Tanure, a Intelig se arrastou num processo de venda que vinha desde 2003, quando um grupo de executivos da própria empresa tentou comprá-la, sem sucesso.
Segundo uma fonte do mercado, esse processo de troca de controle fez com que a empresa ficasse vários anos sem manutenção adequada de sua rede, o que tem trazido surpresas para a controladora. Os problemas na infraestrutura da Intelig estariam afetando a operação da própria TIM, disse a fonte.

PRESTE ATENÇÃO
1. A Intelig enfrentou três grandes panes em pouco mais de um mês e, nas três ocasiões, alegou rompimento em sua rede de fibra óptica como motivo.

2. Normalmente, as redes de telecomunicações têm redundância. Ou seja, caso a rede seja rompida em um local, um trecho instalado em outro lugar assume o tráfego das informações.

Com Focando a Notícia
Do clickpb

0 comentários:

Postar um comentário

  ©ATITUDE NOTÍCIAS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo