Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.
Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Em Riachão-PB. Menina de 12 anos diz ter sido abusada por homem de 33 anos

O conselho tutelar do município de Riachão tomou conhecimento na manhã desta quarta-feira (13) de um caso de abuso sexual contra uma menor de apenas 12 anos de idade.

De acordo com o relato da vítima, L., no último dia 04/Jul. ela mais uma amiga, também de menor que, é esposa do acusado, Gilvan da Costa Aquino, "Gigil",  saíram para uma cachoeira no município de Passa e Fica-RN.  Durante a viagem a menor percebeu que o acusado, já lhe acediava.

Ao chegar à Cachoeira, todos foram tomar banho e a partir daí começaram a ingerir bebida alcóolica, inclusive a menor de 12 anos.

A vítima declarou que exagerou e ficou embriagada, foi quando foi pro carro do acusado dormir. "Ao acordar percebi que ele (acusado) me alisava. Perguntei por sua esposa e ele disse que tinha ido na frente à pé, porque estava com raiva. Foi nessa hora que ele abusou de mim." Relatou a menina.

Ela acrescentou que pediu para que ele parasse com aquilo, mas, ele não a houviu e a abusou violentamente.

Depois do abuso os dois voltaram para a cidade de Riachão. A menina disse que ainda estava bêbada. "Pedi para ele me deixar em casa. Quando cheguei em casa contei para minha mãe, mas, ela não se importou. Disse que se eu contasse isso para alguém iria prejudicar ele. Ela é muito amiga dele." Comentou a vítima.

"À noite ele voltou a me procurar. Minha mãe chamou ele para ir passear e ele disse que só ia se eu fosse. Me recusei, mas eles me forçaram. Minha mãe queria voltar para o meu padrato e a única forma de isso acontecer era se eu ficasse com Gigil novamente, mas iso não aconteceu." Declarou.

Esta semana a vítima foi para a casa do pai e não resistindo, contou tudo que aconteceu naquele dia. "Eu sabia que meu pai não ia deixar isso ficar assim. Eu precisa falar para alguém, não estava aguentando mais. Isso estava me deixando doente." Destacou.

O Conselho Tutelar pegou o caso e junto à polícia militar busca resolver o problema e punir o acusado que, é reicindente em caso desta natureza. Nesta quinta-feira (14) a menina passará por um exame de corpo de delito para a comprovação do abuso sexual.

O acusado, Gigil, vive com uma menor de 15 anos que está gravida.

A menor mora com a mãe e com o padrasto em Riachão. Além de L. mais duas crianças residem na casa e, segundo, a criança, é comum a mãe deixa-las em casa sozinha e sair para festas.

A mãe nega todas as acusões e diz que não tinha conhecimento do caso.

Por Júnior Campos
Com Blog do Mago PB

0 comentários:

Postar um comentário

  ©ATITUDE NOTÍCIAS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo