Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.
Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 4 de abril de 2012

TRE reprova contas de Maranhão e Manoel Jr calça as chuteiras

Ninguém consegue esconder R$ 5 milhões embaixo do tapete. O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) reprovou nesta terça-feira (3) as contas de campanha do ex-governador José Maranhão (PMDB) referente às eleições de 2010. Com isso, Maranhão fica de fora das eleições deste ano em João Pessoa.

O relator João Batista e mais outros quatro juízes votaram pela reprovação das contas do ex-governador. Apenas o juiz Márcio Accioly se absteve de votar.

O Ministério Público Eleitoral chegou a opinar pela reprovação das contas referentes às eleições de 2010. Durante julgamento, os juízes rejeitaram as quatro questões de ordem apresentadas pela defesa do peemedebista.
As quatro questões rejeitadas se tratavam de: Converter o julgamento em diligências, falta de notificação por parte do TRE, interesse processual do PMDB e notificação de Rodrigo Soares, que era vice na chapa de José Maranhão.

Uma das questões de ordem analisadas se tratava de um pedido dos advogados de Maranhão que tentavam anular o processo alegando que houve cerceamento de defesa, pois as notificações do TRE teriam, segundo eles, sido encaminhadas para números inválidos de fac-símile.
De acordo com o relator, o telefone-fax informado por Maranhão para contato no TRE caia ou na casa de uma senhora chamada D. Terezinha e o outro em um posto de gasolina. Depois de analisar.

Na prestação de contas, de acordo com o relator João Batista, o ex-governador revelou que arrecadou R$ 15 milhões e tinha gastado R$ 19 milhões. Os R$ 4 milhões não teriam sido comprovados nas contas e isso levou a reprovação pelo Pleno do TRE.

Políticapb

Comentário nosso: Ninguém esconde R$ 5 milhões embaixo do tapete. O TRE, que por muito tempo foi chamado de TRZÈ, não tinha como fugir da decisão que tomou hoje. Maranhão, que poderia ter anunciada a aposentadoria depois de 2010, não merecia sair da cena política com essa. Saiu como Ficha Suja apenas porque lançou a pré-candidatura a prefeito. Se não tivesse se lançado, pra ele, tanto faria ter as contas reprovadas ou não. Aliás, o julgamento nem teria chamado tanta atenção assim. Agora, o deputado federal Manoel Júnior pode calçar novamente as chuteiras pra entrar em campo, embora ele ainda vá ter que lutar contra o desejo de Maranhão em negociar o apoio do PMDB.

Luís Tôrres

0 comentários:

Postar um comentário

  ©ATITUDE NOTÍCIAS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo