Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.
Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Em Busca do Sol

Caros amigos da Serra,

Dona Inês é uma cidade pequena, alguns dizem que é esquecida, outros afirmam que só vai quem tem negócio, e sobrevive de repasses do governo federal. Mas é um lugar bom da gota de se viver, pois é uma Serra realizada para animar quem nela subir e quem dela souber tirar proveito.

Temos as belezas naturais, o clima frio no inverno e ameno no verão, uma vegetação misturada de matos e frutíferas e muita gente boa vivendo nos altos e nas encostas. E falta o quê? falta o básico, que são as condições de sustentabilidade que permitem aos cidadãos trabalharem com afinco e gerarem riquezas que os levarão a viver bem, sem tantas dificuldades.

Mas uma coisa que não tem faltado na Serra é a inteligência. Também não tem faltado força de vontade. Essas duas, aliadas, conseguem muita coisa. Mas não é pra todo mundo não, viu!? Na verdade, o que me motivou a escrever este post foi ver nos últimos tempos as lutas diárias de dois filhos da Serra, por sinal da mesma região, que tem se destacado em suas causas ou trabalho.

De um lado, Júnior Campos, o Mago, que de componente da banda de Neco Lobão, onde tocava baixo e ficou famoso em toda a região, passou a repórter de campo e co-apresentador de jornais radiofônicos na Radio Talismã FM, de Belém, e de lá pra cá, tem comparecido constante e permanentemente acompanhando casos policiais e fatos políticos de toda região do Agreste, Brejo, envolvendo o vizinho estado do Rio Grande do Norte. Hoje, o Mago é mais conhecido do que farinha, do que cocada. E não se pense que é fácil. Ele corre incansável atrás da notícia, sempre com muito discernimento, com muita responsabilidade, enfrentando os perigos dessa profissão.

Em conversa recente com Júnior Campos, ao lhe perguntar o que é melhor ou pior fazer, ele respondeu: “policial, os disgraminhas ficam com vontade de matar a gente, é perigoso; política, vem as inimizades e as perseguições”. Então é assim, mas ele disse que gosta do que faz e está muito feliz com a repercussão do seu trabalho e da ajuda que tem levado para as comunidades que visita. Júnior tem o blog onde também divulga o seu trabalho: Blog do Mago.

Outro serrano que vem se destacando é Fernando Lúcio, que de dois anos pra cá fundou  
um blog  (Dona Inês Online) e agora um site (Conexão Notícias), e tem se desdobrado para repercutir as principais notícias da Serra e também de outras mídias. Mas somente isso não seria tanto assim, haja vista que outros filhos da Serra também estão fazendo. O que vem diferenciando Fernando dos demais são os engajamentos nas lutas que resolve combater. Primeiro foi um forte ao lado do Prefeito Antonio Justino na campanha para derrubar o PMDB. Desde essa época vem atuando firmemente em prol dos Agentes de Saúde, cobrando, arregimentando, repercutindo, colaborando, enfim, numa luta danada para que a classe consiga melhorias salariais e melhores condições de trabalho. E não bastasse isso, também atua nos movimentos que solicitam do Governo do Estado, uma adutora para Dona Inês e o asfaltamento da PB-103, que liga a Bananeiras.

Ontem, toda a Paraíba pode ver (via internet) Fernando Lúcio defendendo a região ao fazer solicitações ao Governo do Estado na PODE – Plenária do Orçamento Democrático Estadual – ocorrida em Guarabira.

Incansáveis, estes dois cidadãos dali do Lajedo Preto tem se diferenciado da imensa maioria, trilhando um caminho de luta ordeira pelos direitos da população e por isso merecem essa homenagem da Voz da Serra, mas também de todos os donainesenses comprometidos com o avanço, com o desenvolvimento, com o crescimento da nossa Serra.

O que estão fazendo não apresenta valor para muita gente,  mas creiam, Senhores e Senhoras, é muito valioso sim. Estão lutando pelos direitos de categorias, por comunidades inteiras. Estão dando voz a quem não tem. Isso se reflete nos gabinetes e nas autarquias governamentais, pois representa o poder da imprensa e a organização de classes, duas armas fatais quando bem utilizadas – e que todo político tem medo.
Continuem assim, pois estão fazendo história e quero desde já deixar registrado. E por que esse registro? Porque é preciso abrir os olhos daqueles que tem condição de fazer algo e não fazem, daqueles que deixam o bonde passar e ficam só pensando. É preciso agir, é preciso estar em algum movimento, é preciso colaborar, compartilhar, comparecer. Ficar parado não resolve nada.

Todo mundo tem diversos predicados e adjetivos e precisa botar pra fora. Ninguém faz isso por você. Só você pode e deve fazer algo por si próprio. Apareça!

Geraldo Guilherme, direto para a Voz da Serra.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©ATITUDE NOTÍCIAS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo